shortcut icon

carte-paris-bouquinistes-quais

” A tradição dos bouquinistes começou por volta do século XVI, quando pequenos livreiros ambulantes começaram a surgir em Paris. Por pressão das grandes livrarias, um regulamento de 1649 proibiu qualquer tipo de “livraria portátil” e a venda de livros sobre a Pont Neuf – o principal ponto onde os livreiros ambulantes se concentravam.
No final do século XIX as boîtes de livros já se faziam presentes nos parapeitos do Sena.Na época havia uma grande preocupação em limitar os mercados paralelos não sujeitos à censura, e os livreiros ambulantes nesse período sofreram intensa perseguição, mas acabam sendo restabelecidos como comerciantes legais sob algumas regulamentações.
Em 1789 o termo bouquiniste aparece pela primeira vez no dicionário da Academia Francesa.
Livros, revistas, selos, postais, fotos… Tudo para todas as idades.Em 1859, concessões bem regulamentadas são instauradas na cidade de Paris e os bouquinistes podem então se estabelecer em pontos fixos às margens do Sena.
Em 1930 são fixadas as normas de padronização e dimensionamento das boîtes – as famosas caixas verdes dos bouquinistes. Instalados sobre mais de três quilômetros ao longo do rio Sena, os bouquinistes parisienses foram declarados em 1992 patrimônio cultural mundial da UNESCO.

Bouquiniste_Paris

Instalados na margem direita, da pont Marie (4°arrondissement) ao quai du Louvre, e na margem esquerda, do quai de la Tournelle (5°arrondissement) ao quai Malaquais (7° arrondissement), os bouquinistes de Paris são verdadeiros símbolos culturais da cidade, eles fazem parte da paisagem cultural de Paris.
As bancas estão abertas das 11h30 até o pôr-do-sol, menos nos dias de  muita chuva . Cerca de 300.000 livros antigos e contemporâneos resistiram intactos e atravessaram o tempo. Edições esgotadas que não encontramos em nenhuma parte estão entre os tesouros dos bouquinistas. Além dos livros, encontramos cartazes antigos, gravuras, revistas, selos, cartões postais de coleção.

photos-les-bouquinistes-paris-noir-et-bl-3940153-paris-2013-3-18709_big

Os bouquinistes, ajudam a construir o cenário romântico e acolhedor da Paris de outros tempos que é tão marcante nesse trecho do rio Sena. Com suas características caixas metálicas verdes se debruçando para o rio, propõem a venda de livros antigos, revistas de segunda mão, cartões postais, selos antigos, velhos cartazes publicitários, fotos e até raríssimas historias em quadrinhos. Livreiros de ofício, apaixonados pela propagação cultural, seus pequenos stands são testemunhas oculares da historia de Paris.”

Paris4Vip
Há 6 anos atuando em Paris onde dá suporte a grandes agências, operadoras de turismo, empresas e altos executivos auxiliando-os a otimizar seu tempo, organizando de forma prática e segura suas viagens seja no âmbito de negócios ou lazer, traslados, excursões, turismo receptivo e carros com motorista bilíngue (Francês - Portugês)
8, Av. Fontainebleau
Le Kremlin Bicetre, Val-de Marne
94270
FR

No Comments

Page 1 of 11