shortcut icon

conciergerie_panoramique

Vestígio de um antigo palácio real, a Conciergerie foi a primeira prisão da capital francesa. Palco de julgamentos e execuções célebres, o monumento lembra o fim trágico de “Marie-Antoinette” – Maria Antonieta.
Em razão de sua localização central e de sua posição defensiva, a Ilha de la Cité era tida como o coração de Paris e foi naturalmente que a partir do século VI os primeiros reis da França estabeleceram ali sua fortaleza. Esta imensa residência feudal, que passou por diversas ampliações, se compunha de prédios com finalidades distintas : apartamentos reais, prisão, estábulos e uma capela, que St. Louis fará construir no séc. XIII – a “Sainte Chapelle”.
Mas foi na época da Revolução Francesa onde ela mais foi utilizada como prisão chegando a abrigar 1.300 presos dentre os quais inúmeros nomes da história da França. Entre os célebres que foram presos na Conciergerie, que acabou sedo intitulada “l’antichambre de la guillotine” (antecâmara da guilhotina), podemos citar Philippe Egalité, a condessa de Barry, Robespierre, Charlotte Corday ou ainda Danton que solicitou que uma vez morto que sua cabeça fosse mostrada ao povo pois ele disse “elle en vaut bien la peine” (que ela valia bem a pena).
Todos esperaram nas celas da Conciergerie suas passagens diante do tribunal revolucionário, situado no primeiro andar, onde era decidido de seus terríveis destinos.
Marie_Antoinette_Adult9
Mas sem dúvida a mais famosa prisioneira da Conciergerie foi Maria Antonieta.
Tudo começa no dia 13 de agosto de 1792 quando toda a família real (o rei Louis XVI, a rainha Maria Antonieta e seus dois filhos Louis XVII e Thérèse) são presos e levados para a prisão “du Temple”.
Em dezembro de 1792 o rei foi levado a julgamento, foi condenado e foi executado em 21 de janeiro de 1793.
Oito meses depois, ao amanhecer do dia 2 de agosto de 1793, Maria Antonieta foi transferida da prisão du Temple e arrancada de seus dois filhos que ela nunca mais viu,  e fez sua entrada na Conciergerie acusada de ter conspirado contra a segurança do povo francês.
Durante várias semanas ela dividiu dia e noite seu minúsculo calabouço com dois guardas encarregados de vigiá-la.
No dia 12 de outubro de 1793 Maria Antonieta foi levada à sala de audiência e apos 4 dias de julgamento foi condenada a pena de morte.
No dia 16 de outubro de 1793 ela foi decapitada.

MarieAntoinette

A Conciergerie ainda continuou sendo usada como prisão durante muito tempo após a passagem de Maria Antonieta. Inúmeros personagens famosos ainda passaram por lá e só foi durante a Primeira Guerra Mundial que este local histórico deixa de ser um local de detenção. Mas a lembrança de Maria Antonieta ainda é conservada, já que seu calabouço foi transformado em capela expiatória e que sua cela foi reconstituída e está aberta ao público para visitas.

800px-Marie_Antoinette's_Cell_at_Conciergerie

Informações práticas :
Endereço : 2 Boulevard du Palais, 75001, Paris
Métro : ligne 1, station Châtelet, ligne 4, stations Saint-Michel ou Cité, lignes 7, 11 et 14, station Châtelet

Aberto todos os dias da semana de 9h30 às 18h
Fechado : 1/Jan – 1/Mai – 25/Dez
Ingressos :  8.50 € (menores de 18 anos não pagam)

Quer saber mais detalhes sobre a Conciergerie e outros monumentos de Paris ?
Reserva um city tour em Paris com um de nossos motoristas falando português através de nosso email : paris4vip@paris4vip.com

Paris4Vip
Há 6 anos atuando em Paris onde dá suporte a grandes agências, operadoras de turismo, empresas e altos executivos auxiliando-os a otimizar seu tempo, organizando de forma prática e segura suas viagens seja no âmbito de negócios ou lazer, traslados, excursões, turismo receptivo e carros com motorista bilíngue (Francês - Portugês)
8, Av. Fontainebleau
Le Kremlin Bicetre, Val-de Marne
94270
FR

No Comments

Page 1 of 11